Chromebook de 15 polegadas

A Acer fez uma aposta grande em Chromebooks com o Chromebook 15

A Acer usou o show da IFA em Berlim, na Alemanha, para anunciar a última versão do Chromebook 15, o único Chromebook do mundo com uma tela grande de 15,6 polegadas e um custo-beneficio bom como o Notebook Acer aspire f5-573g-75a3. Esta nova versão vem com um design de alumínio atualizado e uma vida útil mais longa da bateria, nas 12 horas reivindicadas

Aplicativos do Android no Chrome: como dar ao seu Chromebook um aplicativo de vantagem.

A tela Full HD pode ser exibida em versões touchscreen e não touchscreen, o que significa que você pode interagir completamente com a vasta seleção de aplicativos disponíveis no Google Play Store.

Você provavelmente vai querer instalar aplicativos de recuperação de vídeo e on-demand para que você possa desfrutar de filmes e programas de TV em movimento na tela grande e, para complementá-lo, o Acer Chromebook 15 possui dois alto-falantes de alta com alta definição suporte de áudio.

Chromebook de 15 polegadas designer

Você também obtém um teclado em tamanho real e um trackpad de tamanho generoso para auxiliar na produtividade e uma webcam HD embutida com um campo de visão de 88 graus permite que você chame seus amigos e familiares.

Sob o capô, você encontrará um processador Intel Celeron dual-core ou um processador Intel Pentium quad-core, dependendo da sua configuração, e estes estão disponíveis com 32 / 64GB de armazenamento interno e 4 / 8GB de RAM. As opções de conectividade incluem duas portas USB-C, duas portas USB 3.0, uma porta HDMI, leitor de cartão SD, porta de fone de 3,5 mm e Bluetooth 4.2.

O novo design de alumínio não só dá ao Chromebook 15 mais um aspecto superior ao anterior, mas também o torna mais leve em 1,72 kg, o que significa que é fácil de transportar com você.

Acer Chromebook 11 review: O melhor orçamento do Chromebook ainda?

Boas notícias, todos os Chromebooks 2017 suportarão aplicativos Android

O Acer Chromebook 15 estará disponível na Europa a partir de outubro por € 499 ou os EUA por US $ 399. O preço, a disponibilidade e as configurações exatas variam de acordo com a região e serão confirmadas mais perto da data de lançamento.

Exemplo de um Chromebook de 15 polegadas:

Quatro anos depois, o Yahoo ainda não sabe como 3 bilhões de contas foram pirateadas

Quatro anos depois, o Yahoo ainda não sabe como 3 bilhões de contas foram pirateadas

Na quarta-feira, em uma audiência de segurança que chamou executivos do passado e presente da Equifax e do Yahoo para Washington, D.C., estamos aprendendo um pouco mais sobre o que o Yahoo não sabia sobre o maior hack da história.

Quando pressionado sobre como o Yahoo não reconheceu que 3 bilhões de contas – e não 500 milhões como primeiro relatado – estavam comprometidas no que mais tarde foi revelado como um ataque patrocinado pelo estado da Rússia, a ex-CEO do Yahoo, Marissa Mayer, admitiu que as especificidades do ataque ainda permanecem desconhecidas.

Larissa Mayer Ex CEO do Yahoo

“Até hoje, não conseguimos identificar a intrusão que levou a esse roubo”, disse Mayer ao Comitê de Comércio do Senado. “Nós não entendemos exatamente como o ato foi perpetrado. Isso certamente levou a algumas das áreas onde tivemos lacunas de informação “.

Notavelmente, enquanto Mayer não está mais com a empresa, a Diretora de Privacidade da Verizon, Karen Zacharia, também presente no painel, não concordou em discordar dessa avaliação.

O Yahoo não percebeu que tinha sido comprometido em 2013 e 2014 até que a evidência externa do hack foi apresentada à empresa por meio de aplicação da lei em 2016. O Yahoo começou a trabalhar com o Departamento de Justiça e o FBI, e as agências concluíram que em 2014, a empresa foi vítima de um massivo ataque patrocinado pelo Estado russo para o qual não estava preparado de forma alguma. “O Yahoo trabalhou em estreita colaboração com a aplicação da lei, incluindo o Federal Bureau of Investigation, que finalmente foram capazes de identificar e expor os hackers responsáveis ​​pelos ataques”, afirmou Mayer em seu depoimento. “Agora sabemos que os oficiais de inteligência russos e os hackers patrocinados pelo estado foram responsáveis ​​por ataques altamente complexos e sofisticados aos sistemas do Yahoo”.

De acordo com a Zacharia, a Verizon obteve novos detalhes sobre o hack depois de ter adquirido o Yahoo em junho de 2017. A nova empresa-mãe atuou em uma semana para divulgar o escopo amplamente ampliado do ataque, que triplicou para 3 bilhões de usuários afetados.

“Obtivemos novas informações de um terceiro e revisamos isso com a assistência dos mesmos especialistas forenses externos que o Yahoo usou anteriormente”, explicou Zacharia em suas declarações de abertura. “Com base nessa revisão, concluímos que todas as contas – e não apenas um subconjunto – foram impactadas pelo incidente de segurança de 2013”.

Criando empregos na nova economia digital da América Latina

Criando empregos na nova economia digital da América Latina

Uma revolução industrial modificou significativamente a forma como vivemos e trabalhamos a cada 100 anos, uma vez que o equipamento de produção mecânica primeiro substituiu os métodos de produção de mão de obra intensiva no final do século 18. A Quarta Revolução Industrial está acontecendo agora, menos de 50 anos após a última onda de grandes mudanças trazidas pela eletrônica, TI e produção automatizada. Isso não está acontecendo mais cedo do que as revoluções anteriores, está acontecendo mais rápido. Esta revolução industrial é sobre a convergência digital, física e a humana. A internet das coisas, automação analítica, sistemas cyber-físicos. É um momento de grande oportunidade e de grande preocupação.

O mercado de empregos na América Latina fica no cruzamento dessa oportunidade e preocupação. A oportunidade é enorme para a América Latina se aproximar da visão econômica do empreendedorismo, inovação e inclusão próspera. A preocupação é que muitos empregos tradicionais estão desaparecendo e sendo substituídos por empregos que exigem um novo conjunto de habilidades digitais – habilidades que a maioria da população não possui.

Educando e conectando pessoas

Pessoas conectadas na Internet

A solução para a América Latina para aproveitar a oportunidade que a Quarta Revolução Industrial apresenta e ter sucesso na nova economia digital tem duas partes: educar e conectar suas pessoas. Vamos começar com a educação. Para competir na economia digital, a América Latina precisa de uma força de trabalho capacitada em habilidades de redes essenciais e emergentes, além de habilidades não técnicas, como proficiência em inglês, trabalho em equipe, resolução de problemas, criatividade e inovação e comunicação. Mas de acordo com um recente estudo da IDC, a América Latina não terá 449.152 profissionais de TI treinados nessas habilidades até 2019.

Os ministérios da educação nesta região estão conscientes dessa lacuna de habilidades, e eles estão trabalhando duro para preenchê-lo, estabelecendo parcerias com organizações sem fins lucrativos e corporações como a Cisco para obter treinamento para as pessoas que precisam dela. Mais de 1 milhão de indivíduos na América Latina se formaram na Networking Academy da Cisco desde 1998. E esse número está crescendo exponencialmente.

O Peru, um país de 31 milhões de pessoas, tem mais estudantes da Cisco Networking Academy do que em qualquer lugar do planeta. Desses alunos, 43% são mulheres. Na Costa Rica, 102 das suas 138 escolas técnicas ensinam o currículo da Networking Academy – 20 mil alunos estão aprendendo habilidades de tecnologia da informação e comunicação (TIC) este ano. As instituições educacionais da Costa Rica estão levando a aprendizagem digital um passo adiante. Reconhecendo a necessidade de habilidades digitais em todos os caminhos de carreira (turismo, gestão, etc.), o ministério da educação planeja disponibilizar os cursos da Academia Networking para todos os alunos nas escolas técnicas, independentemente da área de especialização.

Na Argentina existem 47 escolas técnicas que estão em parceria com Networking Academies para ensinar habilidades digitais para 5.000 estudantes este ano. E o ministério da educação da Argentina planeja expandir o currículo da Networking Academy para todas as 2.000 escolas técnicas, com o objetivo de preparar 100 mil argentinos para trabalhar na economia digital.

Os alunos da Academia de Networking não são todos seus candidatos de trabalho típicos deslocados. Um homem de 99 anos, encorajado por suas netas, recentemente se formou em um programa de Networking Academy Get Connected em Buenos Aires. As organizações sem fins lucrativos no Peru estão direcionadas a populações que, de outra forma, poderiam ter dificuldade em encontrar trabalho: jovens em risco, pessoas com deficiência e pessoas em comunidades remotas nas selvas do Peru, onde a produção ilegal de drogas é muitas vezes a única opção para o trabalho lucrativo. E na Colômbia, o Ministério da Defesa está pilotando um programa para ensinar habilidades digitais aos soldados feridos que estão fora do trabalho agora que a guerra civil de mais de 50 anos do país finalmente acabou.

Conectando pessoas e tecnologia para resolver grandes problemas, criando empregos

Pessoas conectadas com a tecnologia

Mas este treinamento não significa nada se você não conseguir um emprego. É aí que entra a peça de conexão. No Centro de Inovação da Cisco no Rio de Janeiro, no Brasil, institutos de pesquisa e desenvolvimento, parceiros, clientes, start-ups, aceleradores e capitalistas de risco estão todos juntos para resolver desafios de negócios com novas tecnologias. Todos beneficiam. Pequenas empresas em fase de arranque são capazes de obter os seus produtos no mercado mais rapidamente e alcançar um público mais amplo alavancando a gigantesca força de vendas da Cisco. Os clientes que vêm ao Centro de Inovação para obter ajuda estão expostos a soluções inovadoras que levam a melhores resultados de negócios. Tudo isso significa crescimento econômico e mais empregos no setor digital.

Os desafios comerciais não são os únicos problemas que a interseção da tecnologia e do empreendedorismo está ajudando a resolver. Os programas de responsabilidade social corporativa estão ajudando as organizações sem fins lucrativos a enfrentar grandes desafios sociais e ambientais, como o acesso a água limpa e segura. 1,8 bilhão de pessoas atualmente não têm fonte de água potável e 2,4 bilhões não têm acesso a saneamento adequado.

A Water for People capacita as comunidades para construir e manter seus próprios sistemas de água confiáveis ​​e seguros. A organização sem fins lucrativos, em parceria com a Cisco, desenvolveu uma nova tecnologia que melhora a forma como os projetos de água são monitorados e analisados. Essas ferramentas permitem que pessoas em áreas remotas da Guatemala, Honduras, Nicarágua, Peru, Bolívia e outros quatro países ao redor do mundo captem, gerenciem e analisem dados sobre o sistema de água de forma oportuna, permitindo uma melhor tomada de decisões.

A rede é chave

Trazer pessoas, projetos e tecnologia em conjunto não é o único aspecto de conexão que é importante. Estar conectado à internet também é crítico para uma economia digital bem-sucedida. É necessária uma rede forte e confiável para suportar esta nova infraestrutura digital. Existem iniciativas em toda a América Latina para expandir, fortalecer e proteger a rede pública e fornecer acesso à internet a todos. Por exemplo, na Argentina, a Telecentro está trabalhando para o acesso Wi-Fi completo para a cidade de Buenos Aires – eles vão implantar mais de 2.600 pontos de acesso no próximo ano para esse fim.

A Quarta Revolução Industrial provavelmente resultará na perda de milhares de empregos de trabalho manual. Mas, com uma rede extensa e robusta, uma maneira de conectar uns com os outros e um compromisso com a educação, a América Latina tem uma oportunidade sem precedentes para subir ao topo do mercado e levantar suas pessoas para um nível de vida mais elevado.

Total de vendas na internet em 2021 vai ser de 85 bilhões

O Google juntamente com a empresa Forrester Research se uniram para realizar uma pesquisa sobre todas as vendas feitas aqui no brasil na internet. A informação que mais se destacou nesse estudo é de que as vão praticamente dobrar até o ano de 2021.

Para você ter uma ideia o valor vai chegar na casa dos 85 bilhões de reais, com um aumento de mais de 12% nas vendas. Isso significa que a participação do comercio eletrônico passaria de 5,4%  para 9,5%.

Grafico de vendas na internet até 2021

Devido a comparação rápida que o e-commerce proporciona, diante da crise essa característica fez as vendas se manterem melhor que o do comercio físico. A possibilidade oferecida para o usuário comparar seus produtos muito rápido, fez a maiorias dos consumidores comprarem das lojas virtuais, segundo a gerente de varejo do Google.

A maior parte desse crescimento constante vem principalmente de novos consumidores, com a perspectiva que cerca de 27 milhões de novos clientes vão fazer a sua primeira compra nos próximos cinco anos. Totalizando então mais de 67 milhões de clientes na internet como um todo, representando uma fatia de 44% de todos as pessoas conectadas a internet até 2021 no Brasil.

Uma outra estatística bem interessante feita pela Ferrester, foi a utilização dos dispositivos móveis para efetuar as compras. Revelando que até o final do ano de 2016, eram efetuadas cerca de 19% das vendas pelos smartphones nas lojas virtuais. A estimativa é que em 2021, essa participação passará para incríveis 41% de todas as compras serão por celulares.

Atualmente cerca de 30% das pessoas que usam internet são alcançadas apenas com dispositivos mobile, não fazendo acesso com outros aparelhos.

Para realização dessa pesquisa a Google abordou cerca de 4500 usuários, com idades entre 16 até 75 anos, que fazem o uso da internet.

Respostas foram dadas com relação a três categorias de produtos, selecionadas aleatoriamente, fazendo relação com base dados de informações de compras feitas nos últimos três meses.

Pesquisas sobre Facebook e Google

Cerca de 20% de publicidade do mundo vão para Google e Facebook

Uma nova pesquisa realizada pela empresa especializada Zenith Optimedia, divulgou um estudo que analisou todos os investimentos realizados com publicidade no mundo, sendo que os números indicam que quem estão dominando é o Facebook e o Google. Para você ter uma ideia, isso é cerca de 20% de todos os gastos do mundo em publicidade, se unirmos as duas empresas no ano de 2016. Na época de “vacas magras” se é que se pode dizer isso, em 2012 o índice girava em torno de 10%, ou seja, depois de cinco anos o investimento praticamente dobrou apenas nessas duas empresas.

Com o título chamado de Top Thirty Glogal Media, a pesquisas levantou o resultado de trinta empresas de todo mundo. Vamos começar com a Comcas que está em terceiro lugar, ela é uma empresa norte americana, que presta serviços de telefone, internet e tv por assinatura, com um faturamento de US$ 12 bilhões. Em segundo lugar temos a rede social de Mark o Facebook, que atraiu empresas a investirem mais de US$ 26 bilhões. Em primeiro lugar veio o Google, ou melhor falando a Alphabet, com seus vários serviços como: Gmail, Youtube, Google Drive, buscado Google, Google Adsense, Play Store e muitos outros, com verba total atraída de incríveis US$ 97,4 bilhões.

A pesquisa não apresentou apenas ranking das que mais lucraram, mas também as que mais cresceram nesse período. Nesses casos vem em terceiro lugar o Facebook que cresceu 528%, o Tencent em segundo lugar com cerca de 697% e o Twitter em primeiro lugar com absurdos 734% de crescimento.

Vamos deixar aqui a lista completa com todos as trinta mídias que mais ganharam em 2016.

 

1 – Alphabet.

2 – Facebook.

3 – Comcast.

4 – Baidu.

5 – The Walt Disney Company.

6 – 21st Century Fox.

7 – CBS Corporation.

8 – iHeartMedia Inc..

9 – Microsoft.

10 – Bertelsmann.

11 – Viacom.

12 – Time Warner.

13 – Yahoo.

14 – Tencent.

15 – Hearst.

16 – Advance Publications.

17 – JCDecaux.

18 – News Corporation.

19 – Grupo Globo.

20 – CCTV.

21 – Verizon.

22 – Mediaset.

23 – Discovery Communications.

24 – TEGNA.

25 – ITV.

26 – ProSiebenSat.1 Group.

27 – Sinclair Broadcast Group.

28 – Axel Springer.

29 – Scripps Networks Interactive.

30 – Twitter.

futuro dos empregos

Qual sera o futuro dos empregos?

Você já viu que hoje em dia pesquisadores estão com vários projetos de Veículos aéreos não tripulados, esses veículos são chamados pela sigla UAV. Não só apenas aviões sem piloto estão sendo criados, mas também carros autônomos. O projeto mais audacioso até hoje apresentado foi o do Google, sim isso mesmo não foi de uma grande empresa de automóveis e sim de uma companhia especializada em Big Data, soluções online e maketing na Web. O Google também tem também projetos audaciosos com inteligência artificial.

Temos que confessar que a IA ou Inteligência Artificial facilita muito a vida das pessoas com ações e tomadas de decisões. Mas do lado oposto vem a classe trabalhadora, onde são fortemente afetados com seus empregos, tornando eles obsoletos.

Os próprios robôs e serviços de Inteligência artificial não estão muito longe de comprometer empregos de várias áreas como: programadores, jornalistas, profissionais de escritórios administrativos e muitos outros. Seu próximo concorrente pode ser um robô, isso mesmo. A medida que a tecnologia avança isso fica bem óbvio.

A nova concorrência Artificial

Concorrencia dos robôsA dúvida que fica no ar é quantas máquinas vão substituir as pessoas, quais são as áreas mais afetadas? Essa pergunta também foi feita na época da Primeira e Segunda Revolução Industrial, quando várias máquinas substituíram grandes fábricas têxteis. Na época o que se dizia era que as máquinas iriam substituir permanentemente os seres humanos, mas o que realmente aconteceu foi que os trabalhadores se adaptaram, criando novas categorias de trabalhos, novos negócios e funções no mercado de trabalho. Só que atualmente esse risco é bem maior, pois a tecnologia está muito avançada e possivelmente vai ter uma grande mudança.

O nosso futuro

Tenha calma e não desista do sonhado concurso público na sua área preferida, nem de seu guia pratico para passar em concurso. As máquinas estão bem avançadas, isso temos que admitir, só que os governos ainda vão decidir o futuro das pessoas e provavelmente os países não querem que muitas pessoas fiquem desempregadas, além do mais se isso acontecer grandes economias quebram. Vamos pesar por esse lado e vamos ser bem mais otimistas em relação a isso! Acesse para saber mais sobre oportunidades de emprego. acesse: www.guiaparaconcursos.com

Seja bem vindo

Sobre o Portal VZ

Olá tudo bem com você? esse é nosso primeiro artigo do blog, por isso antes de mais nada vamos explicar como vai funcionar os assuntos abordados aqui e quais são nosso objetivos. Pedimos humildes desculpas se cometermos erros durante nosso processo, pois estamos começando. Pedimos que se tiver alguma dica ou critica construtiva, acesso nossa pagina de contato escreva para nos, ficaremos muito felizes em receber sua opinião.

Vamos abordar no nosso blog os assuntos mais variados sobre o mercado da tecnologia, além disso destacar as principais novidades que forem lançadas. Você vai ficar sabendo aqui apenas dos principais lançamentos, com informações detalhadas e além do mais, opiniões construtivas, coerentes, sinceras. Pode ficar tranquilo que a sinceridade aqui é levado muito a serio.

Nosso objetivo com o nosso blog é atingir o maior número de pessoas, resolver o máximo de duvidas dos nossos visitantes, fornecer um bom suporte as suas dúvidas, seja nos comentários ou na nossa pagina de contato, abordar também o maior número de assuntos possíveis, para que várias pessoas tenham suas perguntas respondidas aqui no site.

Além de falarmos sinceramente sobre os assuntos que serão postados, vamos fazer reviews sobre os próprios equipamento e gadgets que forem lançados. Ou seja, além de você conhecem sobre os novos lançamentos, também vai ver se realmente vale a pena adquirir.

Não vamos ficar apenas limitados as informações que vem diretamente do mercado, mas também queremos receber da fonte que vem de nossos leitores, por isso se tiver alguma dúvida ou critica construtiva, acesso nossa pagina de contato e também escreva nos comentários de cada artigo escrito. Com o passar do tempo a sua dúvida pode se tornar até mesmo uma nova postagem por aqui. Então sempre fique atento com nossas atualizações, algum dia sua pergunta pode estar escrita no blog como um grande artigo.

Desejamos tudo de bom e de melhor em sua vida, até a próxima.